Angela Star é o barco do ano da ABVO. SP e PE ficam com demais títulos

Foto: barco Angela Star no Brasileiro / Crédito: Gabriel Heusi

Após o término da Regata Neptunus, no último dia 15, foram definidos o melhor barco do ano da Copa Brasil da ABVO, a Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, e os melhores veleiros em cada classe na temporada 2019. Ao todo foram 154 veleiros dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Pernambuco, Paraíba e Bahia disputando por todo o Brasil os eventos da entidade que tem parceria com a CBVela.

O barco do ano, consequente vencedor da classe ORC, foi o carioca Angela Star, do Iate Clube do Rio de Janeiro, comandado por Peter Siemsen, que repete o feito de 2013.

Entre os principais resultados de 2019 estão o título do Circuito de Santa Catarina, o segundo lugar no Brasileirão ABVO em Búzios (RJ), a vitória na 69ª Regata Santos-Rio e terceiros lugares na Semana Internacional de Vela de Ilhabela e no 50º Circuito Rio. Em segundo lugar terminou o Crioula 29,barco do ICRJ e do Veleiros do Sul, de Porto Alegre (RS), campeão Brasileiro ABVO. Fechando o pódio o Maximus, do Clube Naval de Charitas, de Niterói (RJ).

Quem comemora o bicampeonato é o barco Rudá, de Santos (SP),repetindo o feito de 2018. O veleiro, um First 40, comandado por Mário Martinez, foi campeão na Semana de Vela de Ilhabela, venceu três das quatro etapas do Circuito Suzuki, venceu o Circuito Rio e a Regata Santos-Rio e terminou em terceiro no Brasileirão em Búzios.

Destaque para o Inaê Transbrasa que terminou 2018 em 14º e ficou com o vice-campeonato vencendo o Circuito de Santa Catarina e o Campeonato Paulista de Oceano. Vencedor do Brasileiro, o barco Danadão, com o pentacampeão mundial Maurício Santa Cruz, o Santinha, fechou em terceiro lugar.

Na BRA-RGS, o BL3 Urca, de Ilhabela (SP), de Pedro Rodrigues, superou o Vendetta, da mesma cidade. O Absoluto, do Iate Clube de Santa Catarina completou o pódio. O BL3 Urca venceu a Santos-Rio e o Circuito Rio.

Na MOCRA, o barco pernambucano Algo+ faturou o caneco seguido pelo Patoruzu e o Centauro, todos do estado. Nos Clássicos, o Beiramar, de Ilhabela (SP), superou o Vendetta e o Brazuca, da mesma cidade.

A ABVO divulgará em breve a data e local da entrega dos prêmios.

Confira os top 3 em cada classe:
ORC
1 – Angela Star – ICRJ – 143,5 pontos

2 – Crioula 29 – ICRJ/VDS – 111

3 – Maximus – CNC – 87

IRC
1 – Rudá – CIR – 201 pontos

2 – Inaê – Pier 27 – 167,50

3 – Danadão – ICRJ – 130

BRA-RGS
1 – BL3 Urca – BL3 – 93 pontos

2 – Vendetta – YCI – 54

3 – Absoluto – ICSC – 40

MOCRA
1 – Algo+ – CICP – 19 pontos

2 – Patoruzí – CICP – 17

3 – Centauro – CICP – 9

Clássicos
1 – Beiramar – Ilhabela – 40 pontos

2 – Vendetta – YCI – 5

3 – Brazuca – Ilhabela – 4

 

CONFIRA OS RANKINGS COMPLETOS!