Com medalhistas Olímpicos, Regatas Preben Schmidt e Neptunus encerram calendário de Vela Oceânica

O próximo final de semana será o último da Vela Oceânica no Brasil com importantes eventos no Rio de Janeiro e Porto Alegre contando com presença de medalhistas olímpicos.
No sábado, dia 14, o Rio Yacht Sailing, em Niterói (RJ), sedia a 24ª edição da Preben Schmidt, regata que homenageia o precursor da Família Grael, a maior vencedora da Vela brasileira em Olimpíadas, avô de Lars e Torben Grael.
A expectativa é de mais de 100 veleiros nas classes ORC, IRC, BRA-RGS, Clássicos, Bico de Proa e Monotipos Clássicos de Madeira com destaques para a presença do Aileen, barco de Preben, com mais de 100 anos de história e medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Estocolmo em 1912.
Entre os medalhistas olímpicos estarão Torben Grael, com duas Medalhas de Ouro, Martine Grael, Ouro nos Jogos do Rio de Janeiro em 2016, além de Lars Grael, membro do Conselho Técnico da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano e duas vezes Bronze em Olimpíadas, estará no Marga, barco construído na Finlândia em 1933 : “É a maior confraternização da Vela do Rio de Janeiro com velhos e novos amigos, medalhistas olímpicos, barcos de ponta com ênfase dos veleiros clássicos com destaque pro Aileen de seis metros que já competiu em olimpíada, barco do nosso avô, homenagem a tradição da Vela, outros tradicionais como o Marga, o Cangrejo,  Kairu III. É um evento que tem uma grande confraternização após a regata no Rio Yacht Club”, disse.
A largada está prevista para às 11h e as inscrições podem ser feitas pelo link ou nos demais contatos do link

Barco Duma durante o Brasileiro ABVO em Búzios / Crédito: Gabriel Heusi

No domingo, dia 15, será realizada a 25ª edição da Regata Neptunus, com sede no Iate Clube do Rio de Janeiro, na Urca, com pontos na Copa Brasil da ABVO que define o melhor barco do ano e os melhores em cada categoria.
A Regata homenageia Sergio Mirsky, outro nome histórico da Vela nacional que velejou em várias edições do barco Neptunus durante 60 anos por várias regatas nacionais e internacionais sendo um dos precursores do crescimento da vela nacional na década de 70 e 80.
Filho de Sérgio, André Mirsky é um dos organizadores da competição junto com o ICRJ e tem três vice-campeonatos Mundiais de Vela de Oceano, títulos do campeonato italiano, mar Egeu e participação no Brasil I em 2005 na Volvo Ocean Race.
A expectativa é de mais de 30 barcos na raia com largada a partir das 12h nas classes ORC, IRC, BRA-RGS e Bico de Proa. A partir das 17h será realizada a festa de encerramento no Salão Nobre do Iate Clube do Rio de Janeiro regada à cerveja Heineken.
O evento terá presenças do barco Duma com presença do medalhista de Bronze olímpico, Kiko Pelicano, comandado por Haakon Lorentzen, membro da família Real da Noruega, e presença do Medalhista de Ouro nos Jogos de Moscou em 1980, Eduardo Penido, que competirá´no Tahiti Nui ou no Sorsa.
“Estamos muito felizes com o desenvolvimento da Regata, ano a ano ela passa a ser mais importante, todos sabem no calendário que no fechamento com chave de ouro temos a Neptunus e no mesmo final de semana a Preben Schmidt, homenageando meu pai e a família do Torben e Lars. Essa dobradinha é muito legal da Neptunus fazer parte do calendário ABVO, começamos como uma local e agora somos nacionais e tive notícias que teremos barcos de Ilhabela (SP) e outros de fora do Rio competindo. Começamos em 1995 com 12 barcos, temos expectativa de mais de 30, esse ano estamos também com Bico de Proa, uma classe de acesso, algo importante para constar nas regatas, sente o gostinho do que é competir, depois resolve investir, medir o barco e daí para frente segue velejando na ORC ou IRC.  Além da regata teremos um super coquetel na premiação com o que o velejador mais gosta que é cerveja”, disse André.
O domingo será da disputa em Porto Alegre da Regata de Aniversário do Veleiros do Sul com as disputas das classes IRC e BRA-RGS também com pontuação para o ranking da Copa Brasil ABVO. O Veleiros do Sul celebra o 85º aniversário com festividades desde sexta-feira e no domingo serão realizadas as regatas Oceano Almirante Tamandaré e Veleiraço Marinha do Brasil. A partir das 17h30 ocorre a premiação acompanhada de música de Luciano Lemanski.
“Temos a expectativa de 50 barcos na raia entre IRC, BRA RGS e bico de proa. É uma regata festiva, entre aspas pois haverá uma grande disputa no Guaíba, Teremos como novidade o percurso  que irá  até o Centro  de Porto Alegre e o prêmio Amazônia Azul ao campeão da IRC oferecido pela Marinha do Brasil. A vela oceânica  gaúcha  vem se fortalecendo  principalmente  nesse ultimo ano tivemos mutirão, adesão forte na IRC e teremos para 2020 mais dois ou três barcos correndo a Semana de Vela de Ilhabela, Circuito de Sannta Catarina e representante em Punta del Este”, disse Kadu Bergenthal, vice-comodoro esportivo  do Veleiros do Sul.
As inscrições podem ser feitas pelo link – https://forms.gle/cxWHW5ktiMUvny7k9
“A Preben e Neptunus são regatas que entraram definitivamente para o calendário nacional da Vela. A Preben mais festiva, homenageando a Família Grael de suma importância para o esporte no Brasil e uma grande celebração e a Neptunus homenageando o Sérgio Mirsky e com ótimos barcos, alguns deles do estado de São Paulo e a cada ano dando mais importância. E o Veleiros do Sul encerra o ano com seu 85º aniversário, um dos clubes mais tradicionais do sul do país. É o encerramento de um ótimo ano da Vela de Oceano no país e um 2020 promissor”,apontou Mario Martinez, Comodoro da ABVO.