Equipe gaúcha disputa a Cape to Rio 2023

Veleiro Esperança é uma das equipes brasileiras na disputa


Uma embarcação gaúcha está confirmada para a Cape to Rio 2023, um dos principais eventos internacionais da vela de oceano no mundo. O veleiro Esperança, do Comandante Márcio Lima, vai representar o Clube dos Jangadeiros pela primeira vez na competição em seu novo barco de modelo Delta 46.5.

A ideia de participar da regata, que consiste em uma travessia no Atlântico que inicia na Cidade do Cabo, na África do Sul, e encerra no Rio de Janeiro, surgiu após um convite que o Comandante Márcio recebeu do Royal Cape Yacht Club (RCYC). A preparação do barco, de acordo com Márcio, está indo muito bem apesar dos desafios da pandemia e, neste momento, o estaleiro está finalizando a forma do interior e do contra convés. “O foco agora é total na construção e organização da viagem de ida e da regata. Dá muito trabalho de acabamento, pois o Ricardo Weber é bastante exigente com isto. Nossa previsão é ter o barco em março atracado no Clube dos Jangadeiros”, revela o Comandante, que ainda falou sobre como surgiu a iniciativa de construir e adquirir o novo barco.

“Meu último barco foi um Jeanneau, que comprei na França em 2011. Quando a Delta lançou este projeto do Nestor Volker, me encantei. Um barco moderno, com espaço interno enorme, cockpit muito funcional, sem perder performance. É um cruzeiro de boa performance. Como sempre, navego com a família e amigos em cruzeiros, mas não deixamos de participar de regatas de longo percurso, como Refeno, Seival, Cayru, então achei que seria um projeto ideal para nossas navegadas. Além do que o barco será montado já com diversos equipamentos e um grande paiol de velas, fundamental para quem gosta de levar ao menos dois balões a bordo”, conta Márcio.

Uma boa preparação para a travessia no Atlântico, finalizar o barco e testá-lo antes do evento são alguns dos desafios do Comandante e sua tripulação, que vai contar com a participação de amigos do Jangadeiros, os quais já navegou muitas vezes. Além do seu filho, Pedro Lima, a equipe terá nomes como Airton Schneider, Fábio Santarosa, Marcelo Azevedo, Renê Garrafielo, Pedro Chiesa e Alfredo Santos. Por fim, Márcio falou sobre a expectativa de participar de um evento náutico da grandeza da Cape 2 Rio Yacht Race 2023 e os planejamentos após a regata.

“Tudo indica que será uma grande festa em Cape Town e no Rio de Janeiro. Nós estaremos competindo com barcos de alta performance, mas também com barcos de cruzeiro, e com isso faremos de tudo para andar no pelotão da frente! Participar de um evento deste porte é um sonho para quem sempre amou navegar e velejar. Significa o início de uma saída mais longe. Depois da regata, o plano é seguir navegando dentro e fora do Brasil, em um período sabático", disse.