Premiação da regata de aniversário encerra as comemorações dos 75 anos do Jangadeiros

Um clube com tanta tradição na vela nacional e internacional não podia deixar de celebrar o seu 75º aniversário sem uma grande festa náutica. Com o cancelamento da agenda de sábado (3) devido ao mau tempo, todas as regatas comemorativas foram disputadas no domingo. As largadas respeitaram a seguinte ordem: solitário, mista, velejaço, oceano (Microtonner 19, RGS-BRA e ORC-INT) e, por último, os monotipos.

À noite, a partir das 20h, ocorreu na Sede da Ilha a premiação aos vencedores. O evento marcou o encerramento das festividades do aniversário de 75 anos do Jangadeiros. Ao todo, 41 prêmios foram entregues e o CDJ ficou com 22, entre eles o Troféu Edmundo Soares entregue a João Emilio Vasconcellos.“Essa honraria festeja os ideias de um sócios mais proeminentes que o Clube já teve. Edmundo era alguém que apostava muito nos talentos jovens. Além dos bons resultados, o Troféu reconhece o caráter e todos os atributos que um velajador precisa ter”, descreveu o comodoro, Manuel Ruttkay Pereira, logo antes de entregar o prêmio itinerante a João Emilio.

Emocionado com o troféu, o garoto de 16 anos agradeceu o Jangadeiros por tê-lo ajudado a se tornar a pessoa que é. “Mesmo quando eu não vinha velejar aqui, quando eu vinha só jogar bola, eu sempre me senti sempre em casa. Com o tempo fui amadurecendo e gostando cada vez mais do clube. Tenho orgulho muito grande de poder representar o CDJ”.

Amigos de João e da mesma faixa etária do garoto, Breno Kneipp e João Luka Moré também ganharam um prêmio. Os dois tiraram primeiro lugar na classe 29er. Breno destacou a união de todos da vela jovem. “Nossa amizade só ajuda. Ficamos muito mais pilhados em saber que um ou outro conseguiu um resultado bom, a gente se sente mais motivado em se superar. É claro que tem competitividade, mas, acima de tudo, é uma geração muito amiga”, relatou.

Entre os mais novos, o destaque ficou por conta de Manoela Pereira da Cunha. A menina ficou no primeiro lugar geral na classe Optimist na categoria estreante. Em seu segundo campeonato, ela já levou uma medalha para casa. “Quando eu recebi o prêmio pensei: ‘meu esforço valeu a pena’. Gosto de ficar prestando a atenção nos veteranos para ver se eu aprendo um pouco”, destacou.

Confira a lista completa de premiados:

Regata em Solitário

Cruzeiro 35

1º) Barco Água Viva – Rodrigo Duarte (CDJ)

Força Livre

1º) Barco Taquion – Fábio Ribas (CDJ)

 

Velejaço

Cruzeiro 20

1º) Barco Águia Real – Peter Nehm (CDJ)

Cruzeiro 23

1º) Barco Alvará – Cid Paim (CDJ)

Cruzeiro 30

1º) Barco Five Stars – Luís Fernando Silveira (ICG)

Cruzeiro 35

1º) Barco Desafio 32 – Reinaldo Roesch (ICG)

Cruzeiro 40

1º) Barco Argo – Olávo Torres (VDS)

Força Livre

1º) Barco Tereza – Niels Rump

 

Regata de Oceano

Microtonner 19

1º) Barco Sophia – Delmar Meinerz (SAVA)

RGS-BRA

1º) Barco Zápeka – Walter Broemberg (VDS)

2º) Barco Tuareg – João Daniel Nunes (CDJ)

ORC-INT

1º)  Barco Dlirium – Darci Rebelo Jr (CDJ)

2º) Barco Kamikaze XI – Hilton Piccolo (CDJ)

3º) Barco Hobart – Airton Schneider (CDJ)