SPOT, o aparelho que salvou a vida dos velejadores do ZING

O Spot, um aparelho que envia a localização do barco de hora em hora, ainda não é muito usado no Brasil, porém, o que se viu durante a regata Santos-Rio, é que ele pode ser muito importante para salvar vidas – e também como um tracking de regata!

Conversamos com Carlos Guifer, da Spot, que nos deu um resuminho do que foi a experiência da empresa neste evento. Confira o relato abaixo:

“Foi uma grande oportunidade para apresentarmos o que os nossos produtos podem proporcionar aos praticantes da vela e em todo o universo náutico, principalmente quanto à segurança e possibilitando aos parentes e amigos dos participantes da Regata Santos-Rio acompanharem, mesmo de suas casas, o tracking simultâneo de todas as embarcações ou individualmente de alguma em particular.

 

Na varanda do Iate Clube do Rio de Janeiro – IRCJ, havia duas TVs mostrando a localização das embarcações durante a regata, que estavam com o nosso rastreador pessoal SPOT GEN3. O público presente se mostrou muito interessado no sistema, acompanhando-o frequentemente.

 

Antes mesmo do início da regata, soubemos que o veleiro Zing 3 havia sofrido um incêndio e veio a naufragar. A tripulação, ao perceber que algo estava errado viu que nada poderia fazer para salvar o veleiro, tendo tempo apenas de lançar ao mar a balsa de sobrevivência e nela se abrigarem, levando consigo o SPOT GEN3. Caso tivessem acionado o botão “SOS” desde o início, o resgate teria acontecido mais rapidamente. Como eles haviam acionado primeiramente o botão de “AJUDA”, utilizado para problemas leves e assim ficou por cinco horas, nosso sistema enviou e-mails apenas as pessoas cadastradas para receber informações por esse botão. Quando finalmente acionaram o “SOS”, nossa Central de Gerenciamento de Resgastes (GEOS) imediatamente telefonou aos dois contatos cadastrados para comunicação de emergências, cujas chamadas não lograram êxito pois esses telefones davam em caixa postal. Então, em menos de dez minutos, o GEOS telefonou ao MRCC Brasil (Maritime Rescue Control Center), informando Latitude/Longitude do pedido de SOS, dando início a busca e ao regaste. Ao final de algumas horas os náufragos foram resgatados por um navio mercante chamado MOL Growth, comandado pelo Capitão Sergei Lusnikov que informou ao SALVAMAR, MRCC e o GEOS estarem todos bem, finalizando assim nosso acompanhamento ao resgate.

 

Um fato curioso que me informaram durante a regata é o de que o Zing 3 estava por zarpar, quando amigos da tripulação e do proprietário do veleiro insistiram em que levassem emprestados o SPOT GEN3 e a balsa de sobrevivência, caso necessitassem. E como foram necessários!

 

Além disso, durante a regata, o veleiro Viva Extraordinário II, acionou o botão de “AJUDA” quando estava próximo à Ilha Grande – RJ. Nesse momento eu estava na varanda do IRCJ, quando recebi esse alerta e em menos de 5 minutos a diretoria de vela do clube já estava acompanhando, da sala do rádio, qual era o problema com o veleiro (tiveram uma avaria no leme), enquanto os velejadores fazia contato com outras embarcações buscando apoio, o que foi obtido com os veleiros Lady Milla e Reforça I. O público pode acompanhar o desenrolar da história observando a rota do Viva Extraordinário e do Lady Milla até a Vila do Abraão na Ilha Grande.

 

Vários dos velejadores que estiveram no ICRJ durante a Santos-Rio e o Circuito Rio solicitaram informações sobre os produtos SPOT (Spot Phone – telefone satelital, Trace – rastreador de veículos/cargas) além do GEN3, apelidado por alguns como “o anjo-da-guarda via satélite”. O GEN 3 é um equipamento de segurança para ser utilizado em praticamente todas as atividades esportivas “outdoor” e mesmo no dia-a-dia. É perfeito para trilhas, passeios de lancha, stand up paddle, caiaques, jet skis, na estrada, voando de ultraleve ou asa-delta, etc.

 

Em resumo foi uma experiência formidável pois nos deu uma compreensão ainda melhor do que podemos trazer de segurança para as pessoas.

 

 

Nossa meta é a de proporcionarmos o rastreio e monitoramento de regatas importantes e outras atividades “outdoor” em qualquer parte do Brasil”