Tradicional regata Benedito César – Ponta de Pedras encerra o calendário recifense de vela

Considerada uma das provas oceânicas mais antigas do Brasil, a tradicional regata Benedito César – Ponta de Pedras/Recife reunirá, neste domingo (13), velejadores de todas as classes. A partida para 63ª edição da competição será às 10h da praia de Ponta de Pedras, no litoral norte de Pernambuco. Ao todo, 27 milhas (50 quilômetros) separam o ponto de partida (Pontas de Pedra) da linha de chegada (Marco Zero do Recife).

A linha de chegada para as classes de Optimist, Laser, Dingue, Snipe e Day Sailer será na praia de Maria Farinha. Para os velejadores de Kite Surf Open, o ponto final será nas proximidades do Forte Orange em Itamaracá. Para a classe Kite Surf Racing e Oceano a linha de chegada será no Marco Zero no Porto do Recife.

Em 2014, o velejador de Kite Surf, Harry Callou Junior, conquistou o troféu Fita Azul da 62ª Regata Benedito César – Ponta de Pedras/Recife. O segundo a cruzar a linha de chegada foi Carlito Moura, também de Kite Surf.

Além do status de uma das mais regatas antigas do Brasil, a Benedito Cesar é quase uma unanimidade entre os velejadores – a mais tradicional de Pernambuco. Apesar de nunca ter sido velejador, Benedito Cesar era amante da vela e há 63 anos decidiu oficializar os encontros anuais com alguns velejadores aventureiros que faziam a travessia Ponta de Pedras/Recife.

CONFRATERNIZAÇÃO
Dona Nitinha, viúva de Benedito César, receberá, assim como seu esposo fazia enquanto era vivo, todos os participantes da prova para uma grande confraternização no sábado (12), no casarão onde reside em Ponta de Pedras. A festa é considerada uma verdadeira confraternização da vela.