Virtual Skipper Sailors League tem seus primeiros classificados

Com a definição da terceira etapa do Virtual Skipper Cup Brasil três velejadores virtuais se classificaram para a Star Sailors League do circuito que acontecerá em dezembro com os dez melhores velejadores da temporada do evento de game virtual online de Vela de Oceano que tem mais de 330 mil jogadores cadastrados.

Destaque para Samuel Solano, que conquistou não só a segunda etapa em maio, mas venceu a terceira no começo de junho indo para a liderança do ranking. Samuel é paulista de São Sebastião, Samuel Solano, Instrutor da Escola de Vela Lars Grael, em Ilhabela (SP), terceiro do ranking mundial na categoria Team Race do Virtual Skipper.

“Foi muito legal essa edição do III Virtual Skipper Cup Brasil, pois desenvolvemos duas clínicas de treinamento para elevar o nível da flotilha, e isso surtiu efeito no curto prazo, pois as regatas foram mais disputas e a prova mais disso foi a regata da medalha, onde fui sétimo em um fleet muito difícil.
O que me garantiu o segundo título foi a consistência durante a competição”, comemorou Solano que celebrou a vaga na Sailors League: “É legal e fico lisonjeado em conquistar essa presença evento que vai ocorrer no fim do ano”.

Além dele, os comandantes Paulo Sérgio Costa, de João Pessoa (PB), e Regis Silva,natural de Londrina (PR), mas que vive em Porto Alegre (RS) garantiram a vaga no evento de fim de ano. Paulo venceu duas das três baterias do penúltimo dia e rumou para o segundo lugar na 3ª edição do circuito: “Foi bastante difícil. Comecei mal o evento, com colocações medianas, e o resto das regatas foram de superação. Tentando errar o menos possível. Fui subindo na súmula e cheguei para a medal race em segundo, porém com pelo menos seis velejadores na disputa. Na Medal Race, qualquer um dos 10 poderiam ganhar, então foi uma excelente disputa para todos. Consegui chegar em segundo, o que me confirmou como vice-campeão da etapa e classificado para a Sailors League. No meio de tantos feras, foi uma honra. Por isso, espero ansioso para participar desse evento no final do ano,” disse o velejador de 53 anos que começou no mar em 1979 e veleja com o Hobie 16. Ele soma seis títulos brasileiros e 16 do Norte/Nordeste e disputa regatas de oceano.

Regis Silva foi o vencedor da 1ª etapa e sempre esteve entre os seis nas demais . Ele faz parte do clube Veleiros do Sul, na capital gaúcha, com o barco Delirium. No Virtual Skipper já havia disputado o game entre 2010 e 2013 e reinstalou por conta da pandemia da COVID-19.

“Recebi um convite do Francisco Freitas para participar do I Virtual Skipper Cup Brasil, onde tive a grata surpresa de me tornar o campeão dessa primeira edição, não venci uma regata da série, porém consegui manter uma regularidade de bons resultados. Foi uma surpresa, pois faziam alguns anos que não velejava virtualmente, e corri contra grandes velejadores tanto virtuais como reais, como: Nando Cavalli, Samuel Solano, Luiz Sokolnik, Felipe Rondina, Pedro Trouche, entre outros”, disse.

“Neste campeonato acabei na sexta colocação e confesso que esta medal rece ficou marcada pela competitividade com que ocorreu, mas acima de tudo o respeito entre os velejadores”

“A expectativa é grande para a final do Virtual Skipper Sailors League. A idéia é participar de todas as demais etapas, para manter os treinos e evoluir a velejada virtual. Cabe ainda ressaltar o trabalho realizado pelo Chico Freitas na promoção desses eventos que a cada etapa se mostram mais organizados e competitivos. Um agradecimento também ao Samuel Solano, Luiz Eduardo Sokolnik e Peyo (Argentina) pelos incentivos e mobilização para aumentar o número de velejadores virtuais.”

O III Virtual Skipper Cup Brasil contou com 48 velejadores de todo o Brasil, Chile, Argentina, Uruguai e Suécia. A quarta edição está confirmada para começar na próxima semana, a partir de segunda-feira, dia 22 e irá até o dia 2 de julho com inscrições feitas pelo site https://www.sympla.com.br/iv-virtual-skipper-cup-brasil__882132 . A competição terá um Medal Race com os 12 melhores ao longo das disputas anteriores.

O III Virtual Skipper Cup Brasil contou com o patrocínio QUANTUM, PROWIND e da NAUTOS e os apoios da ABVO e da CBVela. Mais informações podem ser coletadas no portal https://bordocerto.com.br/virtualskipper