2013 Junho - ATA ABVO

Transparência ABVO / Atas

28 visualizações
0 Gostos
0 0

Share on Social Networks

Partilhar Hiperligação

Use permanent link to share in social media

Share with a friend

Por favor iniciar sessão to send this document by email!

Embed in your website

Select page to start with

3. cobrados por medidores. Mencionou também sua insatisfação pelo fato de existir uma lista de preços da ORC em vigor, cujo con teúdo não havia s ido aprovado pela ABVO, apesar dos reiterados pedidos anteriores, entendendo, portanto, que a decisão de praticar os novos preços majorados constituiu indevida iniciativa unilateral por parte do Medidor Chefe. ALR ponderou que parte relevante os custos se referem a deslocamento do medidor, apresentando como alternativa a formação de mais medidores , como forma de reduzir os custos . Adicionalm ente, informou que as v elerias estão autorizadas a medir as velas novas encaminhando para o medidor chefe diretament e. Este ponto necessita ser esclarecido, pois as velerias estão convocando os medidores para medir as velas e cobrando a medição dos velejadores. Paulo Freire mencionou que parte substancial do custo de medir / remedir velas é o pagamento sistemático do n ovo certificado ao custo de R$ 480,00, para quaisquer alterações feitas. O Vice - Comodoro Casaes solicitou ao medidor - chefe que revise os valores apresentados para brevíssima reapresentação à ABVO, destacando que a atual proposta, ainda que bem concebida n o que tange à metodologia, em face dos valores de referência elevados resulta em acentuada majoração sobre preços anteriormente praticados, o que contraria inteiramente a atual política da ABVO, exemplificando que já tínhamos reduzido as cobranças de anuid ade e do certificado, providência que a gestão Lars Grael pretende ainda aprimorar, além de ter sido patrocinado, pela ABVO, recente curso credenciando novos medidores ora em processo de qualificação. Foi sugerida então a criação de uma Comissão de Velejad ores para analisar a nova proposta a ser enviada pelo medidor - chefe e buscar uma solução de consenso entre os velejadores e os medidores. Alguns nomes foram sugeridos para compor a comissão, a saber: João Marcos, Paulo Freire, Xico Freitas, Casaes, Lars, Torben, Mauricio Santa Cruz, Ralph, José Luiz . A coordenação dos trabalhos ficará a cargo de Paulo Freire, Diretor Administrativo, que de posse das informações, convocará reunião da comissão. A comissão deverá apresentar uma carta proposta. 1.2 – List a de medidores Visando a atender solicitação pendente, ALR ficou de enviar em 1 semana a lista de medidores formados no curso do CNC com status de cada um, junto com um "release" sobre o Curso para posterior divulgação no site ABVO. 1.3 - Medição GS 46 Re feita medição de borda livre e casco offset. Foi constatado erro de medição, devido a falha no processo. O offset do casco estava correto. A embarcação aguarda as novas velas para emitir novo certificado.

4. 1.4 - J 24 Eurus Sem mudança de status desde a ultima reunião. Medição ainda a ser programada por ALR. Foi também discutido o valor baixo do limite de estabilidade deste tipo de embarcação em regatas offshore. Conforme ALR, a ORC teria recomendação de estabilidade >103 graus como limite para regatas de oceano. 2 - IRC 2.1 Barcos já pesados – Pierre entregou planilha com 5 embarcações já pesadas e 8 em processo de certificação. Dos barcos já pesados, a maior discrepância entre deslocamento do certificado x medido foi do barco Saravah, com 12.589 x 13.68 0 kg medidos. Foi deliberada pela ABVO , que arcará com os custos, a verificação da borda livre e casco offset para correçã o do certificado ORC. No sentido de corrigir eventuais discrepâncias na medição da borda livre , foi sugerido pelos presentes que os barcos da ORC sejam pesados . ALR sugeriu unificar critério de pesagem (barco vazio) dos barcos entre ORC e IRC, com relação ao itens que permanecem a bordo durante a pesagem. Pierre confirmou que o critério utilizado é o mesmo. 2.2 Preços de Medição Pierre apresentou planilha preliminar de preços de medição, conforme abaixo: A - Medição do casco , mastreação e pesagem : R$ 12,00/ pé de comprimento do barco B - Medição de velas : R$ 1,50 / pé de comprimento do barco C - Gerenciamento dados / certificado (a definir) D - Uso da balança R$ 150,00 * E - Lingada para pesagem – estimativa R$500,00 ( barco de 40’) * Pierre solicitou ao ICRJ que ofereça uma taxa especial para lingada de barcos de outros clubes para fazer pesagem durante o Circuito Rio. Casaes fico u de confirmar. Estes valores estão sendo analisados. Tendo em vista o pequeno numero de barcos já medidos, ausência de medidores credenciados e o desconhecimento de eventuais custos a incorrer, mais informações serão necessárias para termos a lista de p reços definitiva. No site da ABVO estão relacionados os barcos que já possuem certificado IRC , bem como os TCCs. 3. Seguro para embarcações associadas à ABVO Apresentada e discutida a proposta recebida da Brancante / Generalli Seguros, voltada exclusiv amente para o mercado de embarcações à vela. Os presentes aprovaram a proposta de que este produto diferenciado seja recomendado pela ABVO, devido às vantagens explícitas que traz para os associados proprietários de veleiros .

6. 5. Regata Santos – Rio / Circuito Rio Reunião da flotilha inicialmente programada para discutir formato do Circuito Rio/ Santos - Rio foi cancelada.O capitão de flotilha do ICRJ , João Marcos de Almeida, ficou de coordenar nova reunião com os velejadores do ICRJ para buscar consenso. Não houve reunião ICS / ICRJ. 6 - Secretaria A partir de Junho / 2013 os serviços de secretaria da ABVO foram assumidos pela Sra Valeria em modo compartilhado com a FEVERJ. A Valeria tem o apoio da Srta Bruna. Desejamos sucesso a ambas. E mail : adm@abvo.org,br Endereço: Praça Mahatma Gandhi, 02 Grupo 1210 CEP: 20018 - 900 Rio de Janeiro - RJ - Brasil Telefones: (21) 2533 - 0194 / 2240 - 8919 - FAX: 2220 - 8785 H orário de Funcionamento: Segunda à Sexta das 12:00h às 18:00h Paulo Freire 12/06/13

5. A reputação e o histórico d e cobertura de seguros dos proponentes também foram mencionados por todos presentes na reunião, como fator decisivo para a aprovação do projeto. Abaixo descrevemos os principais pontos da oferta: Produto da Brancante/Generalli Diferenciais: 1. Serão aceitos todos os materiais de casco, incluindo madeira e alumínio; 2. Embarcações com mais de 20 anos de idade, aceitação mediante consulta e análise; 3. Embarcações novas dispensadas de vistoria; 4. Cobertura provisória por 3 dias no caso de impossibilidade de vistoria prévia; 5. Cobertura para âmbito mundial e participaç ão em regata desde que contratada, com tarifa especial; 6. DESCONTO DE 10% para associados da ABVO e ABCV. Condições de Contratação: Diretas com a Brancante Seguros, a/c Fabio Avellar, Diretor Comercial, tel 011 - 30563033 , email brancante@brancanteseguros.com.br , devendo o interessado identificar - se como associado. IMPORTANTE: Como a tabela de Generalli, bem como das outras companhias, depe nde de diversos fatores, tais como idade, material do casco, incide de sinistralidade, valor, etc., pode ocorrer que, em um ou outro caso, o preço apresentado ao associado venha eventualmente ser superior ao apresentado por outra companhia, caso em que pod eremos analisar e encaminhar o seguro para outra companhia de custo conveniente, com produto semelhante, de maneira a atender aos associados. Para podermos iniciar a operação, necessitamos uma relação dos filiados a ABVO/ABCV para encaminhamento à Segur adora, relação essa que deverá ser atualizada a cada período de 90 dias.” Abraços CBrancante 4. RISW Até o momento 27 barcos estão inscritos na RISW 2013 para correr pela ORC . Em 2012 participaram da regata 22 embarcações . Tendo em vista o grande numero de velejadores presentes em Ilhabela, particularmente da RGS , foi sugerido que façamos divulgação dos trabalhos da ABVO( palestra Lars) em algum evento ja programado ( jantar RGS / outro). O objetivo seria trazer mais barcos da RGS para a ABVO.

1. Ata da reunião da equipe ABVO • Data: 11/06/2013 • Local: Sala de vela do ICRJ, Rio de Janeiro, RJ • Horário: Das 18h30 às 22h30 Presentes: • Adalberto Casaes – 1º Vice Comodoro • Paulo Freire - Diretor Secretário • Abraham Lincoln Rosemberg – Medidor - Chefe • Pierre Jo ullié - Coordenador da regra IRC • Mauricio Santa Cruz – Conselho Fiscal • João Marcos Almeida - Conselho Fiscal • Jorge Bueno – Ouvinte • A impossibilidade da presença de Christina Frediani na Reunião, Componente da Diretoria que normalmente gerencia os contatos via "skype", aliada à indisponibilidade de equipamento apropriado entre os presentes, lamentavelmente inviabilizou a participação virtual de outros associados." Ao abrir a Reunião, Casaes mencionou a impossibilidade da presença do Lars, destacando que o Comodoro enviara email opinando sobre cada um dos pontos da Agenda. Assim, no decorrer da pauta foi transmitido aos presentes o posicionamento do Lars sobre cada um dos assuntos. Feita leitura da Ata de Reunião anterior. Os assuntos da pauta foram di scutidos conforme abaixo: 1. ORC 1.1 - Valores de Medição Iniciada a discussão sobre os valores cobrados para medição de barcos. Conforme solicitado previamente, o medidor - chefe Lincoln Rosemberg apresentou lista de preços sugeridos, conforme abaixo: A - MEDIÇÃO IMS COMPLETA (obs a) Valor de Referencia VR Abaixo de 7.50 metros de LOA (exclusive) R$ 2.200,00 7.50 <= LOA < 10.00 metros R$ 3.000,00 10.00 <= LOA <= 15.00 metros R$ 3.800,00 Acima de 15.00 metros (exclusive) R$ 4.600,00

2. B - Medições Parc iais (obs c) % VR Casco (Posicionamento e dimensão Quilha e Leme) 50% Estabilidade (Medição Flutuando) / Alteração do casco de Offsets 40% Revalidação da Folha 2 – Pesos & Centros 10% Mastreação e Velame (incluindo pesagem) 20% Certificado de Acomod ação 15% C - Pequenas Medições (obs c) % VR Genoa 2% Grande 3% Spinnaker 3% Mastreação (completa) 10% Instalação Propulsora (hélice) 3% Outras 4% TAXA PEQUENAS MEDIÇÕES - obs d) 10% a) A medição do Sistema IMS completa inclui a medição de casco c om a máquina IMS, medição de estabilidade, velame, mastreação, instalação propulsora, certificado de acomodação e Folha 2 (Invent. pesos e centros) digital b) A medição do sistema IMS com Casco Padrão já medido inclui a medição de estabilidade, velame, mastreação, instalação propulsora, certificado de acomodação e Folha 2 (Invent. pesos e centros) digital. c) As percentagens indicadas nas Medições Parciais e Pequenas Medições incidem sobre os valores da coluna Valor de Referencia na medição do sistema I MS completa d) Quando forem realizadas uma ou mais Pequenas Medições, será adicionado um percentual de 10%. Os presentes manifestaram preocupação quanto aos valores propostos para as medições e as consequências destes custos, se implementados, para o futuro da ORC no país. Casaes salientou ter recebido vários e - mails de velejadores protestando quanto aos valores

Visões

  • 28 Total de Visualizações
  • 22 Visualizações Website
  • 6 Embedded Views

Ações

  • 0 Social Shares
  • 0 Likes
  • 0 Dislikes
  • 0 Comentários

Share count

  • 0 Facebook
  • 0 Twitter
  • 0 LinkedIn
  • 0 Google+

Embeds 1

  • 1 abvo.popsolutions.com.br