2015 Agosto - ATA ABVO

Transparência ABVO / Atas

81 visualizações
0 Gostos
0 0

Share on Social Networks

Partilhar Hiperligação

Use permanent link to share in social media

Share with a friend

Por favor iniciar sessão to send this document by email!

Embed in your website

Select page to start with

3.                     O   ICRJ   e   o   ICS   aprovaram   a   proposta   da   Spot   para   rastreamento   durante   a   Regata   Santos         Rio.           Os   barcos   que   não   possuem   o   dispositivo   poderão   adquiri -­‐ lo   com   desconto ,   ou   aluga -­‐ lo   para     utilização   durante   o   evento.   Em   breve   serão   divulgadas   as   condições   de   compra/aluguel,   bem   como   o   passo   a   passo   para     ativação   dos   dispositivos.   Os   proprietários   que   já   possuem   o   dispositivo   terão   um   prazo   para   informar   o   seu   link   (URL)   com   antecedência ,   para   inclusão   no   sistema.   Lars   e   Casae s   estão   em   contato   com   a   Marinha   do   Brasil   para   conhecer   oferta   da   sala   de   monitoramento   da   regata.     Existem   entendimentos   com   o   ICRJ   ,   para   que   haja   uma   narrativa   em   tempo   real   no   Site   e   no   Facebook   visando   fomentar   o   interesse   e   a   compreensão   da   audiênci a.   Lars   acredita   que   o   futuro   da   regata   Santos   Rio   está   no   acompanhamento   via   Internet.         5.0   Pesagem   barcos   ORC   –   RS         Francisco   Freitas ,   Coordenador   R egional   da   ABVO,   esta   liderando   o   processo   de     pesagem   dos   barcos   com   certificados   ORC   no   Estado.   Ele   estima   que   deverão   ser   pesados   cerca   de   10   a   15   barcos .   Serão   utilizadas   as   instalações   do   clube   Veleiros   do   Sul.   Pierre   deve rá   viajar   para   POA   para   coordenar   a   pesagem   ,   utilizando   a   balança   da   ABVO.   Aguardamos   confirmação   das   datas.           Paulo   Freire   27/08 /2015    

2. Casaes   solicitou   atenção   para   o   rigoroso   cumprimento   das   Recomendações   contidas   no   Caderno   de   Encargos,   ressaltando   sua   importância   no   planejam ento   e   execução   do   Campeonato   por   parte   do   ICSC.   Lars   se   ofereceu   para   divulga r   o   Circuito   Oceâ nico   de   Santa   Catarina   em   Bue nos   Aires ,   durante   o   Mundial   de   Star                           2.0   Melhorias   no   site   Christina   apresentou   orçamento   para   execução   de   melhorias   no   site   ,   incluindo   correção   de   erros,   ajustes   na   interface   e   incorporação   de   novos   recursos.     Pierre   ressaltou   as   qualidades   do   site,   principalmente   no   armazenamento   de   Certificados,   ferramenta   que   ele   utiliza   com   frequência   e   se   tornou   fonte   de   consulta   para   os   velejadores .   Mencionou   ainda   que   o   site   pode   ser   tornar   fonte   de   receita   ,   oferecendo   G erenciamento   de   Reg atas   para   clubes   de   menor   porte,   por   exemplo.   Adalberto   Casaes   concorda   que   novas   melhorias   sejam   incorporadas ,   mas   sugeriu   que   sejam   feitas     após   nos   assegurarmos   que   serviços   contratados ,   previamente,   estejam   funcionando   a   contento.     Christina   po n derou   que   algumas   correções   necessárias   no   site   tem   custo   muito   baixo   e   poderiam   ser   implementadas   rapidamente .   O   Comodoro   solicitou   que   as   áreas   Financeira   e   Administrativa   est abelecessem   as   prioridades   e   decidissem   as   implementação   das   melho rias   ao   longo   do   tempo.     Roberto   Geye r   relatou   suas   dificuldades   para   realizar   o   pagamento   da   anuidade   via   site.   Posteriormente ,   Roberto   encaminhou   algumas   sugestões   por   mail,   no   intuito   de   melhorar   a   interface   com   o   associado.   As   mesmas   já   foram   enviadas   ao   Felipe   Ilha   para   avaliação/implementação .   Agradecemos   ao   Roberto   sua   colaboração.       3.0   –   IRC   definições     Pierre   enfatizou   a   necessidade   de   se   estabelecer   diferenciação   entre   os   percursos   das   regras   ORC   e   IRC.   Ele   vislumbra   como   futuro   da   IRC   a   participação   de   barcos   Cruise   /Racers   ,   adeptos   de   regatas   de   percurso .   Pretende   já   no   próximo   Circuito   Rio ,   que   valerá   como   Campeonato   Brasileiro   da   IRC,   estabelecer   percursos   diferenciados,   possivelmente   junto   com   a   flotilha   RGS.                             4.0 -­‐   Santos   Rio   /   Rastreamento  

1. Ata   da   reunião   da   equipe   ABVO   • Data:   20/08 /2015 • Local:     ICRJ   • Horário:   Das   18h30   às   20h3 0   Presentes:   • Lars   Grael   –   Comodoro • Adalberto   Casaes -­‐   1o   Vice -­‐ Comodoro • Paulo   Freire   –   Dir   Administrativo • Christina   Frediani   –   Dir   Financeira • Roberto   Geyer   –   Coordenador   regra   Clássicos •               Marcelo   Gusmão   -­‐   Coordenador   Santa   Catarina •               Pierre   Joulie   –   Coordenador   IRC •               João   Marcos   Almeida -­‐   Conselho   Fiscal •               Walc les   Osório -­‐   Sócio   Benemérito             Os   assuntos   da   pauta   foram   discutidos   conforme     abaixo:   1.0   Circuito   Oceânico   de   Santa   Catarina   2016   Marcelo   Gusmão   informou   aos   presentes   que   o   Circuito   Oceânico   de   2016   ocorrerá   de   27   a   30   Janeiro,   na   se de   oceânica   de   Jurerê.   Confirmou   os   entendimentos   mantidos   com   o   representante   da   classe   RGS,   Sr   Martin   Bonato,   para   que   Campeonato   Brasileiro   RGS   de   2016   seja   realizado   durante   o   Circuito.     Simultaneamente   ,   foi   pleiteado   junto   à   ABVO   que   o   Campeonato   Brasileiro   de   ORC   também   ocorra   no   mesmo   evento.   A pós   discussõ es   e   ponderações   de   todos ,   a   solicitação   foi   aprovada ,   como   forma   a   valorizar   o   rodízio   dos   eventos   (2014   Circuito   Rio,   2015   ISW).     Lars   considerou   que   será   difícil   a   presença   de   barcos   de   outros   estados   na   regra   RGS,   pois   esta   flotilha   não   costuma   fazer   g randes   deslocamentos   para   participar   em   eventos.   O   desafio   será   mobilizar   barc os   de   São   Paulo ,   que   possui   a   maior   flotilha,   para   participar   do   Circuito.   Conforme   Gusmão ,   já   existe   um   compromisso   de   6   barcos   virem   de   São   Paulo   competirem   na   RGS.   Paulo   mencionou   que   o     Caderno   de   Encargos   da   ABVO   obriga   a   participação   no   evento     de   no   mínimo   7   barcos,   de   p elo   menos   2   estados ,   para   ser   validado   como   Campeonato   Brasileiro.   Em   Santa   Catarina   existem   apenas   5   barcos   com   certificado   ORC.   Será   necessário   atrair   barcos   do   Rio   Grande   d o   Sul,   Paraná   ,   São   Paulo   e   Rio,   para   atingir   um   numero   representativo   de   barcos.    

Visões

  • 81 Total de Visualizações
  • 62 Visualizações Website
  • 19 Embedded Views

Ações

  • 0 Social Shares
  • 0 Likes
  • 0 Dislikes
  • 0 Comentários

Share count

  • 0 Facebook
  • 0 Twitter
  • 0 LinkedIn
  • 0 Google+

Embeds 3

  • 1 abvo.popsolutions.com.br
  • 1 www.autonomialiteraria.com.br
  • 2 www.dicksail.com.br